siga-nos

Oftalmologia

São várias as doenças oculares congênitas ou adquiridas que afligem nos animais, muitas delas podem ser tratadas e curadas se diagnosticadas a tempo e corretamente.

Assim como os seres humanos, os animais também são acometidos por doenças como a catarata, o glaucoma, as conjuntivites e lesões de córnea, entre outras alterações. Muitas destas alterações são secundarias a doenças sistêmicas, que devem ser diagnosticadas e tratadas seriamente por um veterinario experiente, sempre levando em consideração as diferenças anatonicas e fisiológicas raciais e de especies.

Os sinais de alteração ocular são diversos, dependendo do tipo e localização da doença ocular, o paciente pode apresentar:
• Secreção ocular anormal
• Lacrimejamento excessivo
• Sensibilidade a luz
• ENTRÓPIO – inverção da margem palpebral para dentro do olho permitindo que os cílios e o pêlo das pálpebras entre em contato com a córnea e a conjuntiva.
• ECTROPIO  -  enrolamento das pálpebras para fora ocasionando exposição da conjuntiva palpebral ao meio ambiente.
• Olhos vermelhos.
• Olhos esbranquiçados.
• Tumores  palpebrais.

São vários os colírios e pomadas oftálmicas usados para tratamento de doenças oculares, porem seu uso sem orientação pode agravar em muito o problema, levando a ulceras e ate à cegueira. Por esta razão a automedicação já não e recomendada para nos humanos e não deve ser diferente para nossos pets.

São nos olhos que muitas doenças sistemicas mostram seus primeiros sintomas, por isso e muito importante a avaliação medica veterinária nos primeiros sinais de alteração nos olhos.  Alguns exemplos:

• Hipertensão arterial sistêmica, uma doença silenciosa, pode causar alterações na retina (porção do fundo do olho onde a imagem é captada).
• Doença do carrapato (Erliquiose, leishmaniose e babesiose no cão e Hemobatonelose no gato) causa lesões de inflamação e hemorragia dentro do olho.
• Linfoma (tipo de câncer) pode causar inflamação da íris (parte colorida do olho).
O diagnostico correto alem de evitar ou retardar a perda de visão ou do olho, visa também o tratamento precoce de doenças graves.

Durante uma consulta pode-se avaliar:
• Palpebrais, dos cílios e pelos
• Da produção de lágrima
• Da córnea
• Da íris (parte colorida dos olhos)
• Do cristalino
• Do fundo do olho (retina)

Tratamento pode ser clínico (medicamentoso) ou cirúrgico das alterações observadas ao exame oftalmológico.

Seta-Converted2
voltar
LogoWhts CloseWhts WhatsApp
whatsapp icon

Banho e Tosa

Tem dúvidas? Me chama!

whatsapp icon

Atendimento Clínico

Tem dúvidas? Me chama!

whatsapp icon

Vacina

Tem dúvidas? Me chama!